fbpx
Cultura

Você conhece o vinho de dendê? Descubra

Vinho de Dendê
Foto: AGRIPO

A versatilidade dessa planta é incrivelmente larga. Seu caráter plurivalente permite que da palmeira seja extraído, além do azeite de dendê, o palmito e, surpreendentemente, um vinho de dendê.

O dendê faz parte do resultado do hemograma dos baianos: é preciso manter um patamar mínimo de quantidade de dendê no sangue, ou o baiano sente falta e passa mal.

Não tem nada mais baiano do que azeite de dendê. Colocamos ele em praticamente tudo, moquecas, bobó, acarajé e por aí vai. A culinária baiana é riquíssima por conta desse ingrediente enraizado na sua cultura.

O fruto do qual se extrai o familiar azeite de dendê vem da palmeira de dendê, Elaeis guineensis L., originária da África ocidental e introduzida em solos brasileiros lá pelos idos do século XVI, com a chegada de escravizados ao Brasil.

Elaeis guineensis L. – Foto: Cayambe

O quê? Vinho de dendê?

Sim, isso mesmo, vinho de dendê. De fato, falar hoje em vinho de dendê surpreende a todos.

Relativamente desconhecido na Bahia, nos dias atuais, o vinho de dendê, entretanto, faz parte da construção da própria cultura afro-baiana na capital do estado. Até o início do século XIX, a bebida era produzida, consumida e largamente apreciada por aqui.

Embora hoje tenha praticamente desaparecido em terras soteropolitanas, o vinho de dendê continua a ser muito apreciado e difundido em diversos países africanos, a exemplo de Nigéria e Camarões.

Vinho de Dendê
Foto: Adoscam

O que é? De onde vem? Como é feito?

O vinho de dendê é uma bebida obtida por fermentação natural, de teor alcoólico relativamente baixo e de consistência leitosa.

Ele é obtido a partir da seiva da palmeira do dendê e tem um gosto doce, açucarado por assim dizer. Com aparência inicialmente embranquecida, com o passar das horas de fermentação, se torna um vinho espumante, forte e assume uma cor mais escura.

Foto: Eric Freyssinge

O resultado final é um vinho de sabor particular e leve efervescência, guardando similaridade mais com a sidra do que com o vinho propriamente dito e extraído partir de uvas.

A bebida é rica em vitaminas C, B1 e B2, além de potássio e ferro, havendo quem promova o seu consumo em razão dos inúmeros benefícios à saúde dele decorrentes.

Atualmente, é bebido gelado e como aperitivo e continua a ser uma bebida profundamente ligada à cultura africana, marcando presença na comemoração de casamentos, por exemplo, sendo considerado uma bebida festiva.

A par de todos esses benefícios, há quem assegure também que o vinho de dendê é um potente afrodisíaco.

Despertamos a sua curiosidade? Por aqui ficamos muito curiosos e não vemos a hora de podermos experimentar o vinho de dendê!

Fontes: Alterafrica, Revista Ingesta.

Clube Muito Gourmet
Dicas & Promoções Exclusivas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Cultura

O que são Trufas, suas variedades e curiosidades

Vale a pena ler também...